Economia circular em destaque


Foto: iStock

Atitude ainda pouco conhecida, a economia circular tem como objetivo dar valor ao que seria descartado

Apesar de ser um termo recente e ainda pouco conhecido para a população, a ideia de economia circular surgiu em 1989. Foi nesse ano que os economistas e ambientalistas britânicos David W. Pearce e R. Kerry Turner apresentaram em um artigo que a tradicional economia linear, cujo objetivo é extrair, produzir, utilizar e descartar, não é sustentável, causa o uso desenfreado dos recursos naturais da Terra e, consequentemente, diminui a cada dia mais o equilíbrio ambiental.

O sistema da economia linear até poderia ser suportado em um mundo com dois ou três bilhões de habitantes. Mas, com o atual número de aproximadamente sete bilhões de pessoas, é preciso pensar em novas alternativas. É nesse momento que a economia circular entra em pauta, já utilizada por algumas empresas e pessoas, o ideal é que esse novo sistema integre cada vez mais a rotina da população. Dessa forma, um recurso natural que entra na cadeia de produção como matéria-prima primária, após o seu uso, deve ser transformado integralmente em uma matéria-prima secundária, retornando à cadeia de produção. É criado um ciclo de utilização para o objeto.

O papel da economia circular na sustentabilidade hídrica:

A água é um recurso natural valioso e essencial para a sobrevivência de animais e vegetais na Terra. Estamos tão habituados com esse elemento disponível durante o dia que esquecemos de dar a devida importância aos cuidados ecológicos e de preservação. É cada vez mais comum casos de regiões com escassez de água e, por se tratar de uma questão que afeta diretamente a fonte de vida da população, algumas medidas sustentáveis devem ser aplicadas.

A economia circular também pode ser importante aliada na preservação da água. Existem ambientalistas que afirmam que entender o consumo de água dentro do conceito de economia circular não é só uma opção, mas uma questão de sobrevivência. Dentro da economia circular, ao invés de descartar as águas residuais ou esgoto, é necessário encontrar uma nova maneira de reinserir no sistema evitando a realização de uma nova captação. Algumas empresas já estão trabalhando em prol dessa causa, que tal você ajudar também? Anote aí algumas dicas de como reutilizar água:

Reaproveitar água da chuva: é uma das práticas mais comuns, mas muita gente ainda não sabe como é possível reaproveita-la. Existem algumas maneiras de coletar esse recurso, você pode posicionar baldes para fazer a captação ou instalar calhas no telhado que transportem a água até um reservatório. Vale lembrar que a água da chuva não é própria para consumo, mas pode ser utilizada na lavação do carro, para regar as plantas e limpar a casa.

Utilizar água do preparo de alimentos: a água utilizada para cozinhar alimentos pode ser reaproveitada no preparo de outros pratos. A água que sobra do cozimento de legumes por exemplo, é rica em nutrientes e pode ser reutilizada no preparo de sopas e arroz. Já a água do cozimento de macarrão absorve o amido e é perfeita para engrossar sopas e caldos.

Água do banho: o chuveiro a gás demora para esquentar, até que a água fique perfeita para o banho muitos litros foram pelo ralo. Ao ligar o chuveiro, coloque um balde limpo para conter o recurso. Você pode aproveitar para lavar a roupa, casa e até a louça.

Água da máquina de lavar: ao invés de direcionar o cano da máquina de lavar para o tanque, faça a captação dessa água em baldes. É ideal para usar na limpeza da casa, calçadas e até mesmo do carro.

Reaproveitar a água do aquário: você tem um aquário em casa? Quando for limpar, pode reaproveitar essa água. A ração oferecida aos peixes transforma a água em um líquido cheio de nutrientes e perfeito para servir de adubo às plantas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>